Publicidade

Correio Braziliense

Congresso espera reunir 30 mil


postado em 17/04/2010 07:07 / atualizado em 17/04/2010 07:23

Às vésperas do aniversário de Brasília, a capital recebe o 3º Congresso Espírita Brasileiro, evento da doutrina espiritualista mais movimentado do país. Cerca de 30 mil pessoas são esperadas durante os três dias de homenagem ao centenário de Chico Xavier — começou ontem e vai até amanhã. Apresentações musicais, palestras, conferências, depoimentos e cerimônias sobre o mais conhecido médium e divulgador do espiritismo no país fazem parte do programa do evento, que teve inscrições encerradas na última quarta-feira. São cerca de 300 colaboradores voluntários para conseguir atender ao público, que vem não só de todos os estados brasileiros, mas de outras 26 nações. Palavras de fé, esperança, amor e caridade circulam pelos corredores do Centro de Conveções e estimulam milhares de pessoas em busca de enriquecimento espiritual.

O congresso, realizado pela Federação Espírita Brasileira, foi aberto com momentos musicais marcantes e participação de Divaldo Pereira Franco, reconhecido como um dos principais médiuns e oradores espíritas da atualidade. As atividades, que atraem crianças, jovens e adultos, acontecem no auditório principal, com 2,8 mil lugares, e em outros oito auditórios com telões que transmitem tudo ao vivo. Além de personalidades como José Raul Teixeira, fundador da Sociedade Espírita Fraternidade, também são destaques filmes sobre a vida de Chico Xavier — Nosso Lar, obra adaptada dos livros para o cinema, é um deles. Visitantes encantam-se ainda na livraria, que dispõe de todos os 412 livros escritos pelo líder espiritual.

Preparação
João Pinto Rabelo, coordenador da comissão executiva do congresso, conta que o evento vinha sendo preparado há seis meses. “Montamos uma estrutura para atender confortavelmente todos que partilhem de nossas crenças, que admirem Chico Xavier ou que quiserem conhecer os ensinamentos do espiritismo”, diz. Segundo o organizador, não é coincidência que o aniversário de 50 anos de Brasília seja no mesmo ano do centenário do líder espírita. “Estava tudo dentro do grande planejamento. Ainda vamos levar muito tempo para entender tudo que Chico nos deixou”, acredita Rabelo, que comenta também a influência do Chico Xavier sobre o evento: “Com certeza, essa obra ajudou ainda mais as pessoas a comparecem. Um trabalho excelente, que contribui para que tenhamos homens mais dignos no mundo”, completa.

O congressista Luiz Cláudio Azambuja, 47 anos, veio de Porto Alegre (RS) para participar do encontro. “O que me trouxe até aqui foi a admiração pelos ensinamentos e atitudes de Chico Xavier. Está tudo muito bem organizado, num clima de paz e tranquilidade”, avalia o técnico em informática, que cresceu seguindo a doutrina espírita. Alan Correia de Paiva, 54, colaborador voluntário, partilha dos sentimentos de Luiz Cláudio. “É muito gratificante me doar a este trabalho. O espiritismo trouxe uma reforma íntima na minha vida. Estou feliz em contribuir com esse evento maravilhoso”, alegra-se.

Programação

# 9h às 9h25: Painel sobre a educação espírita e a obra mediúnica de Chico Xavier
# 10h40 às 11h20: Reflexões pedagógicas à luz da obra mediúnica de Chico Xavier, com Sandra Borba Pereira
# 11h30 às 12h10: Palestra sobre Bezerra de Menezes, Chico Xavier e o trabalho de unificação, com Nestor João Masotti
# 14h10 às 15h: Atualidade científica da obra psicografada por Chico Xavier, com Marlene Rossi Severino Nobre
# 15h às 15h40: A ecologia na obra de Chico Xavier, com André Trigueiro
# 15h40 às 16h10: Depoimento sobre encarnação, com Blasques Galves
# 16h30 às 17h10: “A Boa Nova”, crônica mediúnica com Mayse Braga

Amanhã
# 9h às 9h45: O amor fonte de vida, com Alberto Almeida
# 9h45 às 10h5: Depoimento sobre a imortalidade e a sobrevivência do espírito, com Ana Rosa
# 10h5 às 10h45: A obra mediúnica de Chico Xavier no contexto do movimento espírita internacional, com Charles Kempf
# 11h20 às 12h30: O caráter consolador da obra de Chico Xavier, com José Raul Teixeira

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade