Publicidade

Correio Braziliense

Copa do Mundo aumenta venda de televisores e influencia presentes do Dia dos Namorados


postado em 08/06/2010 11:45 / atualizado em 08/06/2010 11:52

A partir da próxima sexta-feira (11/6), pessoas de todo o mundo voltarão as atenções para a Copa do Mundo de Futebol. E com a chegada do mundial, muitos torcedores do DF estão aproveitando para trocar a antiga televisão por uma mais moderna. De acordo com o Sindicato Varejista do Distrito Federal (Sindivarejista/DF), as vendas desses aparelhos - com valores que chegam a R$ 8 mil - devem aumentar entre 20% e 25% nesse período.

Levantamento realizado pelo Instituto Fecomércio, em abril, mostrou que os televisores serão o segundo produto mais vendido nesse período, ficando atrás das camisetas da seleção brasileira. Para o presidente do Sindivarejista/DF, Antonio Augusto de Moraes, além do período de Copa do Mundo, a facilidade de pagamento e os aparelhos com novas tecnologias são os fatores que impulsionam esse crescimento. Segundo ele, os modelos mais vendidos são os de LCD, de plasma, com tela plana, e aparelhos de 60 polegadas.

Ainda de acordo com Moraes, as vendas têm aumentado desde o início de maio, e a expectativa é que os torcedores continuem comprando até o final da Copa do Mundo. “A facilidade no crédito é um fator importante para esse momento no mercado. Os consumidores têm a oportunidade de comprar um televisor e dividir em até 18 vezes, sem juros”, explica.

Lojistas
Em maio, a loja de artigos eletrônicos Fnac, localizada no ParkShopping, apresentou um crescimento nas vendas de televisores de cerca de 25%. Segundo o gerente de vendas audiovisual da loja, Vantuyne Francisco, os aparelhos mais vendidos no estabelecimento são os televisores de 50 a 60 polegadas.

Francisco diz que os negócios ainda não dispararam este mês devido ao feriado. “Mas agora, a expectativa é que a procura volte a ser grande, como no mês anterior”, explica.

Dia dos Namorados
Em meio ao clima de Copa do Mundo, os comerciantes estão animados também com a proximidade do Dia dos Namorados, comemorado no próximo sábado (12/6). Segundo o Sindivarejista-DF, o consumo dos casais apaixonados deve aumentar entre 6% a 7% em comparação com a mesma data do ano anterior.

O comércio espera aumento na venda de roupas, perfumes, além dos aparelhos de TV. Mas o mundial de futebol também deve causar impacto na escolha de presentes. "O destaque de vendas serão artigos esportivos, como as camisetas do Brasil", afirma o presidente do Sindivarejista. O levantamento do Instituto Fecomércio indica que os lojistas esperam vendas 7,12% maiores. As perfumarias são as mais otimistas e esperam alta de 15,31%.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade