Publicidade

Correio Braziliense

PMs são suspeitos de espancar adolescente


postado em 17/11/2010 08:24

Uma denúncia de supostos abusos praticados por quatro policiais do 8º Batalhão da Polícia Militar em Ceilândia chegou ontem à Comissão de Direitos Humanos (CDH) da Câmara Legislativa do Distrito Federal. Um jovem de 15 anos teria sido espancado pelos PMs após apreendido como suspeito de tentativa de assalto, domingo último. Ele teve hemorragias e está internado no Hospital Regional da Asa Norte com trauma no rim esquerdo e aguarda cirurgia.

Segundo a avó do adolescente, que preferiu não se identificar, o neto e um amigo foram a uma festa. Na volta para casa, por volta de 1h, viram uma moça perto de um carro. “Eles quiseram dar um susto nela, fazer uma brincadeira, e anunciaram que era um assalto”, contou. Minutos depois, um carro da PM teria aparecido e detido os dois. “Os policiais já chegaram batendo. Chutaram tanto ele que há marcas da botina nas pernas do meu neto”, afirma. O adolescente teria sido levado à Delegacia da Criança e do Adolescente II, onde o pai não conseguiu ver o filho. O adolescente foi então levado ao Centro de Atendimento Juvenil Especializado (Caje). “Lá, o médico viu que ele estava mal e mandou para o Hran”, conta a avó.

Hoje, a vice-presidente da CDH, Érika Kokay, fará uma visita ao rapaz no hospital para averiguar se a denúncia, feita pelo Conselho Tutelar de Ceilândia, tem fundamento. “Vamos solicitar informações para apurar se há indícios de abusos. Se houver, vamos encaminhar às autoridades que têm competência para investigar”, declarou Kokay. A Polícia Militar informou não ter conhecimento da denúncia.

  • Tags
  • #
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade