Publicidade

Estado de Minas

BR-060, rodovia que liga Brasília a Goiânia, está totalmente interditada


postado em 28/12/2010 20:51 / atualizado em 29/12/2010 07:30

(foto: Rafael Ohana/CB/D.A Press)
(foto: Rafael Ohana/CB/D.A Press)


A BR-060, rodovia que liga Brasília a Goiânia, está interditada desde à tarde desta terça-feira (28/12), depois que uma cratera de 30m de comprimento e 40m de profundidade se abriu na pista. Segundo a Polícia Roviária Federal (PRF) do DF, não há previsão para a liberação.

De acordo com o agente rodoviário Leonardo Rodrigues, a PRF, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e Defesa Civil de Goiás devem avaliar na manhã desta quarta-feira (29) os riscos de desabamento da outra pista. "A cratera pode aumentar e puxar o asfalto do outro lado ou, se liberamos a via com tráfego em mão dupla, por exemplo a pista pode desabar com o peso dos carros. A rachadura atingiu o canteiro central e tocou o acostamento da via sentido Goiânia-Brasília. É um transtorno, mas é questão de segurança", disse.

Para os motoristas que forem viajar para Alexânia, Abadiânia, Anápolis e região, a alternativa é a BR-070 (saída por Águas Lindas de Goiás), e seguir sentido Cocalzinho. Outra opção para a capital goiana é pegar a BR-040 (saída para Luziânia), como quem vai para Caldas Novas e. em determinado trevo na da GO-010, fazer a opção por Goiânia.

 

Por volta  das 16h, uma forte chuva caía na região de Alexânia quando o buraco se abriu, danificando 120m de asfalto. O incidente ocorreu na altura do Km 24, sentido Brasília-Goiânia.

Motoristas começaram a desviar pela pista no sentido contrário da estrada. A PRF chegou para controlar o trânsito e, no início da noite, o congestionamento já ultrapassava 3km.

Após uma análise prévia da Defesa Civil, por volta das 18h40, a rodovia foi totalmente interditada a partir do Km 23. Agentes do posto da PRF em Samambaia orientavam os motoristas que seguiam para Alexânia a retornar e utilizar a BR-070. De acordo com policiais rodoviários, o caminho alternativo aumenta o trajeto em 40km.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade