Publicidade

Estado de Minas

Transporte público do DF pode pleitear até R$ 2,4 bi do PAC Mobilidade


postado em 17/02/2011 07:00

O Distrito Federal poderá apresentar propostas que somem até R$ 2,4 bilhões na área de transporte público coletivo para serem avaliadas pelo governo federal no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Mobilidade. O processo de seleção de projetos foi aberto ontem pela presidente Dilma Rousseff, em cerimônia no Palácio do Planalto, da qual participou o governador Agnelo Queiroz . Ao todo, 24 municípios poderão integrar o programa.

A unidade da Federação foi enquadrada no grupo que comporta as nove capitais com mais de 3 milhões de habitantes, ao lado de grandes centros, como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Ao todo, o DF poderá apresentar quatro propostas para serem avaliadas e posteriormente financiadas pelo governo federal. “Estamos batalhando recursos com a área federal, ainda não temos um valor, são várias obras. Queremos compensar os anos anteriores em que praticamente ficamos fora do PAC. Só tivemos o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT), o que é muito pouco para o DF. Vamos correr atrás do prejuízo”, afirmou Agnelo. O GDF ainda está definindo quais os programas que podem ser atendidos pelo PAC Mobilidade.

Leia a matéria completa na versão impressa do Correio Braziliense



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade