Publicidade

Estado de Minas

Em manutenção, Metrô vai ficar fechado aos domingos a partir de junho


postado em 19/05/2011 11:13 / atualizado em 19/05/2011 18:30

A partir do dia cinco de junho, todas as 24 estações em operação do Metrô-DF ficarão fechadas aos domingos, deixando parados os 32 trens da Companhia. De acordo com a assessoria de imprensa do Metrô, cerca de 25 mil pessoas utilizam esse meio de transporte no domingo. Já pela semana, 160 mil pessoas usam diariamente o metrô. A assessoria informa ainda que a decisão de interditar as estações neste dia foi tomada por causa das moradias localizadas próximas aos locais onde as manutenções serão realizadas. O intuito é, além de diminuir o barulho durante à noite, reduzir o tempo de manutenção, previsto inicialmente para três ou quatro meses.

No meio da semana, as atividades foram direcionadas para o turno da madrugada para não alterar o funcionamento do Metrô, mas podem causar um outro problema para quem mora perto da linha do trem: a poluição sonora. Os dois equipamentos, principalmente a socadeira, emitem muito barulho, em uma intensidade semelhante à de um caminhão de lixo.

A decisão foi anunciada na manhã desta quinta-feira (19/5), durante a demonstração de como será realizada a maior manutenção em 12 anos de existência da companhia no DF. A manutenção só começa oficialmente entre a meia noite e as 5h de amanhã, utilizando máquinas que farão o nivelamento e polimento dos trilhos.

Serão utilizadas socadeiras e esmerilhadeiras. A primeira tem a função de nivelar a linha do trem ao solo, e só será utilizada nos trechos onde os vagões passam ao ar livre e o chão é coberto por brita, sendo desnecessária a manutenção por esse aparelho nos túneis. Já a esmerilhadeira fará o polimento, visando corrigir imperfeições ao longo de todos os 42,5 quilômetros de trilhos - sendo 85 no total, considerando que os vagões são sustentados por duas linhas.

O orçamento previsto, segundo anunciado pelo governador em exercício, Tadeu Filipelli, é de R$ 4,8 milhões, o mesmo previsto anteriormente. O governador justificou que o o alto orçamento deve-se ao fato de o Metrô-DF nunca ter passado por uma manutenção como esta em 12 anos de operação.

Os trabalhos começam em Ceilândia e seguem na direção da Estação Central na Rodoviária. As obras estão programadas entre meia-noite e 5h de terça a sábado e de 21h às 5h no domingo. Também já está definido que os vagões não vão circular nos domingos do mês de junho, sendo o dia todo destinado à manutenção.

  • Tags
  • #
Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade