Publicidade

Estado de Minas

Psicólogo é agredido em bar e acusa segurança


postado em 24/03/2012 15:16 / atualizado em 24/03/2012 15:27

Valter Rodrigues corre o risco de perder a visão(foto: Domitila Mendonça de Mesquita Peixoto/Esp.CB/D.A Press )
Valter Rodrigues corre o risco de perder a visão (foto: Domitila Mendonça de Mesquita Peixoto/Esp.CB/D.A Press )
A antropóloga Domitila Mendonça de Mesquita Peixoto e o psicólogo Valter Antunes Rodrigues acusam de agressão seguranças da cervejaria Stadt Bier, localizada no Setor de Indústrias Gráficas. O casal registrou ocorrência na 3ª DP (Cruzeiro Velho). Segundo Domitila, por volta das 3h deste sábado, um amigo da dupla foi agredido por seguranças enquanto tentava resolver um problema relacionado à conta cobrada pelo estabelecimento. Ao tentar apartar, ela teria sido empurrada por um deles. Percebendo o ocorrido, Valter teria se envolvido na confusão e sido atingido na cabeça por uma garrafa de vidro. O psicólogo foi internado no Hospital de Base e deve passar por uma cirurgia nesta tarde. Ele corre o risco de perder a visão do olho esquerdo.

O advogado da Stadt Bier, Márcio Carvalho, contestou a versão do rapaz. Ele disse que não houve agressão por parte dos seguranças. De acordo com Carvalho, enquanto o gerente procurava resolver a questão da conta, um colega do psicólogo teria agredido o segurança e, em seguida, Domitila teria avançado sobre o funcionário do estabelecimento. Segundo o advogado, ela estava com uma caneca na mão, que quebrou na hora da confusão. O marido teria se machucado neste momento. Carvalho disse, ainda, que não houve “iniciativa dos seguranças” de agredir o casal.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade