Publicidade

Estado de Minas

Operação apreende setenta e cinco pássaros silvestre no Guará


postado em 29/03/2012 19:08 / atualizado em 29/03/2012 21:07

Setenta e cinco pássaros da fauna silvestre foram apreendidos no início da tarde desta quinta-feira (29/3) na QE 15 do Guará II. O criador possuia cadastro no Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos (Ibama), mas a polícia suspeitava de que ele mantinha aves de forma ilegal em sua residência. A operação foi realizada pelo Ibama e pelo Batalhão de Policia Militar Ambiental.

Apenas onze passáros possuiam código de identificação do Instituto. Além das aves, os policiais também apreenderam mais 16 chips de monitoramento, que foram encaminhados ao Instituto de Criminalística para serem avaliadas, setenta gaiolas e um alçapão.

O proprietário responderá por crime ambiental, com pena que varia de seis meses a um ano de prisão. Caso seja comprovado que as anilhas que ele possuia eram falsificadas, a pena aumentará, variando entre dois e seis anos.

As aves foram levadas para o Centro de Triagem de Animais Silvestres, onde serão tratadas e depois reinseridas em seus habitats naturais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade