Publicidade

Estado de Minas

Equipamentos de escritório de Izalci Lucas teriam inscrições do TCU

Se compravada a irregularidade, ele pode responder a ação de improbidade administrativa


postado em 09/05/2012 08:00 / atualizado em 09/05/2012 08:15

Izalci nega as acusações e diz ter documentos que comprovam a correta destinação das mercadorias(foto: Paulo de Araújo/CB/D.A Press)
Izalci nega as acusações e diz ter documentos que comprovam a correta destinação das mercadorias (foto: Paulo de Araújo/CB/D.A Press)

Com base numa denúncia encaminhada à Promotoria de Justiça de Tutela das Fundações e Entidades de Interesse Social, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) analisa suspeita de que computadores doados pelo Tribunal de Contas da União (TCU) à Secretaria de Ciência e Tecnologia teriam sido destinados ao escritório político do deputado federal Izalci Lucas (PR-DF), no Setor de Diversões Sul. Uma pessoa que conhecia o grupo do parlamentar encaminhou ao MP fotos supostamente registradas no local onde Izalci mantinha um centro de atendimento a eleitores. São imagens de equipamentos com números de tombamento no TCU.

Em 29 de julho de 2009, a Secretaria de Ciência e Tecnologia do DF recebeu do TCU 200 microcomputadores Celeron, com 250 MB de memória, HD de 80 GB e monitor LCD de 15 polegadas. São equipamentos com cinco anos de uso, doados para serem utilizados no Programa DF Digital, um conjunto de ações voltadas a pessoas carentes para que possam ter acesso a informática. Há indícios, como o Correio mostrou ontem, de que esses aparelhos tenham sido desviados.

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade