Publicidade

Estado de Minas

Lucro do setor imobiliário supera os R$ 3,5 bilhões em vendas no Noroeste


postado em 25/05/2012 06:30 / atualizado em 25/05/2012 06:38

O setor imobiliário faturou R$ 3,5 bilhões, até fevereiro de 2012, com as vendas no Noroeste. Dados inéditos divulgados ontem pela Lopes Royal indicam que, nos 38 prédios lançados desde março de 2009, 3.770 unidades habitacionais foram comercializadas, o que corresponde a 70% de todos os empreendimentos. Os 30% restantes têm preço que varia de R$ 10.620 a R$ 11.160 para o metro quadrado. Dos apartamentos negociados, 802 têm um dormitório, 856 são de dois quartos, 521 têm três e 306, quatro. Em média, as empresas devem faturar R$ 93 milhões com cada construção.

Está prevista para agosto a entrega do primeiro prédio do Noroeste. Até o fim de 2012, deverão ficar prontos mais quatro ou cinco empreendimentos. Quando inteiramente concluído, o bairro terá entre 40 mil e 50 mil moradores. Segundo o diretor executivo da Lopes Royal, Marco Antônio Demartini, as vendas cresceram à medida que as construtoras erguiam os esqueletos dos edifícios. As paralisações das obras de infraestrutura, em 2011, lembra ele, atrapalharam o trabalho das empreiteiras, mas não impediram o avanço dos projetos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade