Publicidade

Estado de Minas

Mandado de prisão do ex-deputado Brunelli é prorrogado por cinco dias


postado em 29/05/2012 15:27 / atualizado em 29/05/2012 16:13

O mandado de prisão do ex-deputado distrital Júnior Brunelli (sem partido) foi prorrogado por cinco dias. A informação é da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DECO), que também prorrogou o mandado do assessor de Brunelli, Adilson de Oliveira. Segundo a DECO, Os demais presos, cujos mandados de prisão temporária expiraram, foram postos em liberdade.

O ex-deputado foi preso no último domingo (27/5) após se entregar na 5ª Dlegacia de Polícia. Ele passou dois dias foragido.

Brunelli é suspeito de ter desviado, pelo menos, R$ 1,7 milhão em emendas parlamentares que deveriam ter sido aplicadas para melhorar a qualidade de vida de idosos. O dinheiro foi liberado pela Secretaria de Desenvolvimento Social, em 2009, mesmo ano em que ele passou a ser reconhecido como o deputado da oração da propina, depois da divulgação do vídeo em que, abraçado ao delator da Caixa de Pandora, Durval Barbosa, puxa uma reza pedindo proteção divina contra inimigos políticos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade