Publicidade

Estado de Minas

Medicamentos gratuitos para asma são distribuídos para mais de mil pessoas


postado em 21/06/2012 12:13 / atualizado em 21/06/2012 12:28

Mais de mil pessoas já foram até as farmácias populares do Distrito Federal para buscar medicamentos de asma que estão sendo distribuídos gratuitamente há 15 dias. O programa Saúde Não Tem Preço, que distribuía remédios de hipertensão e diabetes desde fevereiro de 2011, passou a distribuir outros três tipos de remédios antiasmáticos desde o dia 4 de junho.

Antes desses medicamentos entrarem no programa, 90% do seu valor era financiado pelo governo federal e 10% pelos pacientes. Agora, o governo paga o valor total e entrega o remédio de graça nas mãos do consumidor que apresenta um documento com foto, CPF e receita médica. Essa mudança fez com que as 750 pessoas que compravam o medicamento aumentassem em 35%, passando para mais de mil pacientes em apenas duas semanas.

Leia mais notícias de Cidades -DF

No Distrito Federal, onde apenas no ano passado mais de 1,5 mil pessoas foram internadas com asma, 330 farmácias públicas e particulares distribuem os medicamentos. A cada ano 2,5 mil pessoas morrem por causa dessa doença. Com essas mudanças, o Saúde Não Tem Preço terá mais R$ 30 milhões por ano no seu orçamento, que até o momento era de R$ 830 milhões.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade