Publicidade

Estado de Minas

Com umidade a 22%, DF se prepara para chegada da fase mais crítica da seca


postado em 01/09/2012 07:10 / atualizado em 01/09/2012 14:03



O Distrito Federal deve começar a se adaptar à chegada da fase mais crítica da estiagem brasiliense. O anúncio de dias mais quentes e secos chegou com a baixa umidade do ar. Às 15h de ontem, o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) registrou 22% de umidade. O índice, que pode ser sentido na desidratação da pele, dos lábios, dos olhos e na tosse seca, fez com que a Defesa Civil do Distrito Federal soasse o alarme de estado de atenção, emitido sempre que a umidade fica entre 20% e 30% .

Leia mais notícias em Cidades

“Tenho percebido a mudança do tempo desde o fim da semana passada. Sempre ando com água e hidratante para pele e lábios na bolsa, mas mesmo assim, está sendo difícil enfrentar o tempo, que varia repentinamente”, disse a vendedora Luciana Caldas, 25 anos. Vaidosa, ela confessa que não gosta do inverno no cerrado “porque os cabelos e a pele ficam muito feios e não é confortável”. O estudante Paulo Cezar Nicasso, 15 anos, diz que também não aprova a chegada do rígido inverno. “Sou asmático e não posso jogar futebol, me sinto sem fôlego e cansado rapidamente”, disse o rapaz.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade