Publicidade

Estado de Minas

Apartamentos do Sudoeste e da Octogonal têm mais servidores públicos


postado em 23/09/2012 07:00 / atualizado em 22/09/2012 22:02

Os apartamentos do Sudoeste e da Octogonal concentram a maior proporção de servidores públicos em todo o Distrito Federal. A região administrativa formada pelas duas localidades é a única, entre as 31 existentes, onde mais da metade dos ocupados trabalham para o Estado, aí incluídos o GDF e a União. O mapa dos empregados na capital do país, construído pelo Correio com base na consolidação dos dados da Pesquisa Distrital por Amostra de Domicílios (PDAD), revela que 54,4% dos moradores desses lugares que exercem algum tipo de atividade remunerada atuam no funcionalismo.

Leia mais notícias de Cidades-DF

Ter um em cada dois trabalhadores nomeados em órgãos da administração pública distrital ou federal atribui ao Sudoeste e à Octogonal uma dinâmica econômica peculiar. A renda per capita média da região (R$ 4.867) só é menor que a dos lagos Sul (R$ 5.965) e Norte (R$ 5.031), bairros de alto poder aquisitivo. Mas é quase quatro vezes maior que os R$ 1.318 recebidos em média pelos trabalhadores do DF, de acordo com a Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED) do Departamento de Estudos Socioeconômicos (Dieese). Quando se leva em conta a soma dos contracheques de todos os integrantes da família, o rendimento médio salta para R$ 12.316 — nesse caso, além dos lagos, o Park Way, outra área nobre do DF, também fica à frente no ranking. A média das famílias do DF é de R$ 4.640.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade