Publicidade

Estado de Minas

Alunos da UnB gravam paródia de Gangnam Style e viram sucesso na web


postado em 19/12/2012 12:26 / atualizado em 19/12/2012 20:08

Um vídeo feito por estudantes da Universidade de Brasília (UnB) que satiriza o megahit do cantor sul-coreano Psy, tem feito sucesso nas redes sociais. Batizado de UnB Gangnam Style, o clipe de quase quatro minutos mostra alunos coreografando os passinhos que viraram febre em diferentes partes de Brasília como a Rodoviária do Plano Piloto, a Pastelaria Viçosa, o campus da UnB, o Deck Norte e a Estação Central do Metrô.

De acordo com o estudante de comunicação André Shalders, de 23 anos, a ideia foi proposta no grupo de membros da instituição no Facebook e foi logo aceita por alguns estudantes. No total, cinco alunos de diferentes cursos como comunicação, arquitetura e agronomia participaram do projeto. No entanto, a reduzida equipe contou com a ajuda de mais gente na hora de rodar as cenas. “Na cara de pau íamos recrutando as pessoas que passavam nos locais de gravação. E muitos toparam ser nossos figurantes”, conta Shalders.

Leia mais notícias em Cidades

Coube ao estudante de agronomia Nobu Kahi, de 26 anos, interpretar o papel de Psy. “Eu já sabia os passinhos. Foi muito divertido. Todo mundo parava para nos assistir. No início estranhavam, mas depois todo mundo ría”, lembra Kahy, que, com a veia artistítica saltando, se prepara para deixar o atual curso e ingressar, já no próximo semestre, em Artes Cênicas.

No total, foram 20 horas de filmagens e outras cinco de edição até que o material ficasse pronto. “Queríamos mostrar o cotidiano de um aluno da UnB. Os locais que ele frequenta no dia a dia. Foi algo bem despretensioso, mas o resultado ficou legal”, opina Kahy, que se disse surpreso com a repercussão da paródia. O vídeo está circulando no Facebook e já foi teve 12,5 mil visualizações em menos de três dias no ar. “E olha que tudo surgiu como uma brincadeira, hein?”, ri, Kahi.

Confira o vídeo:
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade