Publicidade

Correio Braziliense

Com movimento de R$ 500 mi por ano, capital é o terceiro mercado de fitness

Com mais de meio bilhão de reais movimentados por ano, a capital disputa com o Rio de Janeiro o posto de segundo maior mercado de malhação. Além das corridas de rua, por onde circularam R$ 25 milhões em 2012, as academias contam com cerca de 125 mil alunos


postado em 05/01/2013 07:00 / atualizado em 04/01/2013 21:43

Loja de tênis originária do Rio funciona há dois anos na Asa Sul e tem atendimento voltado para corredores: vendas cresceram 70% em 2012(foto: Monique Renne/CB/D.A Press )
Loja de tênis originária do Rio funciona há dois anos na Asa Sul e tem atendimento voltado para corredores: vendas cresceram 70% em 2012 (foto: Monique Renne/CB/D.A Press )
Puxado pelo fenômeno das corridas de rua, o mercado fitness de Brasília ganhou destaque no cenário nacional. Academias, estúdios de pilates, aulas de artes marciais, lojas de bicicletas, clínicas de estética e de nutrição, e esportes praticados no Lago Paranoá movimentam por ano uma cifra que ultrapassa meio bilhão de reais, segundo estimativas de empresários. Com tanto dinheiro circulando em torno da frenética busca dos brasilienses por saúde, boa aparência e bem-estar, a capital federal se consolida como um dos três principais polos de atividades físicas do país.

O Correio finaliza hoje a série de reportagens Brasília no pódio, que, desde o último domingo, explorou o potencial econômico da capital federal. Os mercados imobiliário, gastronômico, automotivo e tecnológico se destacam, impulsionados pela maior renda per capita do Brasil e pela estabilidade proporcionada pelo funcionalismo público. O poder de consumo do brasiliense faz ainda com que lojas do varejo instaladas na cidade quase sempre apresentem resultados melhores do que em outras regiões do país.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade