Publicidade

Correio Braziliense

Casa de Parto de São Sebastião: nascimento natural e descomplicado

Unidade que funciona desde 2009 apenas com enfermeiros obstetras, atinge marca de mil procedimentos. Usuárias vêm de outras cidades do DF e elogiam a atenção e o profissionalismo da equipe


postado em 22/03/2013 06:45 / atualizado em 22/03/2013 07:40

"Eu estava com sete meses quando conhecemos a Casa. Todo mundo foi superatencioso com a gente desde a entrada. Senti muita diferença" (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
O convênio médico da família garantia à gestante Janaína Oliveira, 25 anos, o conforto de um leito em hospital privado na hora de receber o segundo filho. Mas foi em uma instituição pública onde a moça decidiu dar à luz Isac. Na madrugada da última segunda-feira, a moradora de Planaltina-DF optou por cerrar os dentes, suportar as fortes contrações e atravessar o Distrito Federal até chegar à Casa de Parto de São Sebastião. Queria ter uma experiência diferente da primeira gravidez, menos traumática. Saiu satisfeita.

Leia mais notícias em Cidades

Depois de pouco mais de uma hora de trabalho de parto, o menino veio ao mundo com 3,5 quilos, completamente saudável. Nada de anestesia, medicação ou da parafernália hospitalar. A jovem recebeu o garoto da maneira mais natural possível, em um ambiente aconchegante e com a ajuda de duas enfermeiras especializadas. O pai do recém-nascido, o montador de móveis Fábio Castro, 32 anos, também acompanhou tudo de perto, diferentemente do nascimento de Yuri, agora com 3 anos.

Janaína é uma das cerca de 30 mulheres que procuram a unidade por mês. Contabilizados os atendimentos desde 2009, quando os enfermeiros obstetras substituíram os médicos nos acolhimentos, a instituição alcançou a marca de mil partos em fevereiro. Motivo de comemoração para toda a equipe de funcionários, mas também de reflexão. “Esse número poderia ser ainda maior”, avalia a chefe do espaço, Jussara Vieira. “As unidades de saúde precisam orientar mais as grávidas para cá”, sugere.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade