Publicidade

Estado de Minas

Ibram-DF multa abatedouro de suínos e bovinos por matar animais gestantes

A prática é ilegal. Os fiscais do órgão identificaram tanto fetos prematuros, como em período adiantado de gestação


postado em 23/08/2013 11:50 / atualizado em 23/08/2013 11:52

Técnicos do Ibram-DF vistoriam abatedouro do Gama(foto: Ibram-DF/Divulgação)
Técnicos do Ibram-DF vistoriam abatedouro do Gama (foto: Ibram-DF/Divulgação)
O Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Distrito Federal (Ibram-DF) flagrou um abatedouro de suínos e bovinos do Núcleo Rural Ponte Alta, no Gama, que matava animais gestantes, prática ilegal segundo a Lei Distrital 4.060. Os fiscais do órgão identificaram tanto fetos prematuros, como em período adiantado de gestação.

De acordo com o Ibram-DF, o estabelecimento foi multado em R$ 5.608,40 e recebeu o prazo de 30 dias para a adequação de outras anormalidades identificadas, sob pena de nova multa e interdição das atividades.

Leia mais notícias em Cidades

A operação do Ibram-DF vistoria irregularidades como destinação correta dos resíduos sólidos, procedência das madeiras que são utilizadas nas caldeiras, destinação dos restos de animais e a licença de funcionamento dos estabelecimentos.

Os técnicos do instituto continuam a ação por outros abatedouros e está previsto uma segunda etapa de vistorias, desta vez com aplicação de penalidades mais severas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade