Publicidade

Estado de Minas

Ossada de auxiliar de serviços gerais desaparecido é liberada pelo IML

Segundo a família, o enterro está previsto para este domingo, no Cemitério de Planaltina


postado em 12/12/2013 22:09 / atualizado em 12/12/2013 22:12

Após 17 dias no Instituto Médico Legal, a ossada de Antônio de Araújo foi liberada nesta quinta-feira (12/12).

 

A ossada passou por exames para apontar a causa da morte do auxiliar de serviços gerais desaparecido há quase sete meses, após uma abordagem policial.

O laudo deve sair em 20 dias. Segundo a família de Antônio, o enterro está previsto para ocorrer neste domingo, no Cemitério de Planaltina.

Leia mais notícias em Cidades

A ossada foi encontrada em Planaltina no dia 25 de novembro. Antônio foi visto pela última vez em maio, após passar por uma abordagem policial.

Assista à reportagem da TV Brasília


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade