Publicidade

Estado de Minas

Suspeito de agredir duas mulheres na saída de restaurante é detido

Ele foi reconhecido por testemunhas, apesar de negar o crime


postado em 27/02/2014 19:38 / atualizado em 28/02/2014 15:23

Wiliam Alves do Carmo estava cumprindo regime semiaberto(foto: Divulgação/ Divicom)
Wiliam Alves do Carmo estava cumprindo regime semiaberto (foto: Divulgação/ Divicom)


A polícia prendeu, nesta quinta-feira (26/2), Wilian Alves do Carmo, 26 anos, suspeito de ter espancado duas mulheres que saíam de um restaurante no Setor Comercial Sul.

O rapaz teria feito ofensas homofóbicas às mulheres enquanto elas almoçavam. Em seguida, ele as perseguiu e as espancou.

Leia mais notícias em Cidades

Uma das agredidas  fraturou o braço e foi encaminhada para o Hospital Regional do Paranoá, onde deve passar por uma cirurgia nesta sexta-feira (28/2). As jovens preferiram não se identificar.


De acordo com a Polícia Civil, o rapaz estava em regime semiaberto e cumpria a pena no Centro de Progressão Penitenciária (CPP). Ele trabalhava no Hospital de Base por meio de convênio da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap). Ele tinha sido condenado tentativa de homicídio em 2008 a dez anos de prisão.

O suspeito negou o envolvimento no caso. Testemunhas, contudo, que reconheceram o homem e o apontaram como autor das agressões à 5ª Delegacia de Polícia (Setor Central).

Com informações de Adriana Bernardes.


Assista à reportagem da TV Brasília 


 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade