Publicidade

Estado de Minas

"Matou pra se vangloriar", diz primo de adolescente assassinada no Gama

Família de Yorrally Ferreira está desolada com a morte da menina. Mãe diz que o caso "acabou com a minha família"


postado em 11/03/2014 16:14 / atualizado em 11/03/2014 16:19

Yorrally Ferreira, de apenas 14 anos, foi encontrada morta na manhã de segunda (10/3), no Parque Recreativo do Gama(foto: Facebook/Reprodução)
Yorrally Ferreira, de apenas 14 anos, foi encontrada morta na manhã de segunda (10/3), no Parque Recreativo do Gama (foto: Facebook/Reprodução)

Em entrevista ao Correio, Adriano Dias, primo de Yorrally Ferreira, adolescente de 14 anos morta com um tiro no olho, afirou que o jovem que seria o responsável pelo crime "matou pra botar medo" em integrantes de gangues rivais.

"Depois de matar a Yorrally, ele tirou uma foto com o celular dela e mandou para todos os amigos. Ele fez isso por poder. Quer deixar bem claro que quem mexer com ele morre", afirmou Adriano.

Segundo o primo, os amigos da menina estão com muito medo do adolescente. Eles temem que algo possa ser feito contra eles. O suspeito, que hoje tem 18 anos, mas que era menor de idade na hora do assassinato, estava envolvido com drogas e tinha alguns inimigos. Um deles era o atual namorado de Yorrally. Segundo a família da menina, Yorrally estava envolvida com os dois garotos e a morte foi por ciúmes.

Leia mais notícias em Cidades

Rose Ferreira, mãe da adolescente, está completmente arrasada com a morte da filha. Ela disse estar muito triste e que o assassinato acabou com a família dela. Yorrally era a única filha que morava com a mãe, no Gama.

O corpo da menina será velado na quarta-feira (12/2), às 8h, no Cemitério do Gama. Yorrally será enterrada por volta de 11h.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade