Publicidade

Estado de Minas

Após festa, UnB amanhece tomada por lixo e com materiais roubados

Segundo professor do diretor do Instituto de Ciências Humanas, festa não tinha autorização para ocorrer e grupos consumiram drogas


postado em 30/05/2014 12:20 / atualizado em 30/05/2014 14:20

O motivo da sujeira teria sido uma festa realizada pelo Centro Acadêmico de três cursos: Filosofia, Química e Antropologia(foto: Arquivo Pessoal )
O motivo da sujeira teria sido uma festa realizada pelo Centro Acadêmico de três cursos: Filosofia, Química e Antropologia (foto: Arquivo Pessoal )


A Universidade de Brasília (UnB) amanheceu tomada por lixo no ICC Sul, nesta sexta-feira (30/5). O motivo teria sido uma festa - happy hour - realizada pelo Centro Acadêmico de pelo menos três cursos: Filosofia, Química e Antropologia. Materiais de alguns laboratórios chegaram a ser furtados, como duas mesas do curso de Desenho Industrial. Além disso, uma vidraça do laboratório de pesquisa de Física foi quebrada, um cadeado de alambrado no interior do departamento chegou a ser "serrado", e uma garrafa de bebida foi encontrada dentro do departamento.

uma vidraça do laboratório de pesquisa de Física foi quebrada, um cadeado de alambrado no interior do departamento de Física chegou a ser
uma vidraça do laboratório de pesquisa de Física foi quebrada, um cadeado de alambrado no interior do departamento de Física chegou a ser "serrado", e uma garrafa de bebida foi encontrada dentro do departamento (foto: Arquivo Pessoal )


De acordo com alguns estudantes do CA de Química, no final de quinta-feira (29/5) eles realizaram uma discussão política contra o remanejamento do Departamento de Antropologia para a área da Colina. Com isso, os Centros Acadêmicos de Química e Filosofia apoiaram o "protesto", mas, segundo os alunos, a reunião acabou por volta das 19h30 e a festa foi organizada por pessoas de fora que não são ligadas à universidade.

Leia mais notícias em Cidades




A festa foi organizada pelas redes socias, como mostra a imagem acima. Um dos supostos responsáveis pela prévia da edição da festa disse ao Correio que ele apenas alugou o som para a organização do evento, que, segundo ele, foi planejada pelos estudantes da universidade.

O professor diretor do Instituto de Ciências Humanas, Mario Diniz de Araújo, explicou que ontem, antes da festa, se reuniu com a decana de Assuntos Comunitários da UnB e com o prefeito Marco Aurélio. Eles chegaram à conclusão que o happy hour não tinha autorização para acontecer e foi promovido de forma irregular e ilegal. A reunião ocorreu de forma emergencial, pois a festa foi anunciada em redes sociais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade