Publicidade

Estado de Minas

Quarto de brasilienses em resort na Disney é arrombado por assaltantes

Casal teve um prejuízo de aproximadamente R$ 3,5 mil no dia 19 de setembro


postado em 23/09/2014 20:37 / atualizado em 24/09/2014 18:32

O quarto ficou completamente revirado(foto: ARQUIVO PESSOAL)
O quarto ficou completamente revirado (foto: ARQUIVO PESSOAL)
A tão aguardada viagem do casal brasiliense Nathalya Bucher e Igor Decale para Disney, nos Estados Unidos, acabou em dor de cabeça. Ao chegarem ao hotel depois de um dia de passeio, os dois se depararam com o quarto arrombado e totalmente revirado. As compras que haviam sido feitas pelos turistas durante os sete dias que estavam no local, assim como seus pertences, foram roubados. O prejuízo calculado é de aproximadamente R$ 3,5 mil. O incidente aconteceu no último dia 19 no Disney All-Star Sports Resort, hotel que fica dentro do complexo de parques.

De volta ao Brasil, Nathalya e Igor, que são advogados, têm 27 anos e moram em Águas Claras, contam que consideram entrar com ação judicial contra o resort. “Fomos comemorar nosso primeiro ano de casamento. Até o roubo, estava tudo maravilhoso”, recorda Nathalya. No dia do episódio, o casal saiu cedo para aproveitar as atrações dos parques. De volta ao hotel, eles se surpreenderam com o que viram. Apesar de terem guardado os documentos no cofre e fechado as malas com cadeados, nada escapou do alcance dos ladrões. “Quando chegamos, a porta estava aberta e a luz apagada. Quando a ligamos, vimos todos nossos pertences espalhados pelo chão e, com medo, saímos correndo”, descreve Nathalya. Segundo ela, roupas, sapatos e tênis, relógios, perfumes, fones de ouvido e alguns pequenos presentes que os turistas compraram para familiares foram levados.

Leia mais notícias em Cidades

Ao relatar o ocorrido para o gerente, o casal não recebeu qualquer assistência. “Eles falaram que não adiantaria ligar para a polícia, pois eles não iriam ajudar”, conta Igor. Segundo ele, o gerente, inclusive, os acusou de usar malas muito frágeis e fáceis de abrir. “Ele estava mais preocupado em abafar o ocorrido do que com nos ajudar”, acrescenta.

Revoltados, os brasilienses acionaram a polícia, que registrou um boletim de ocorrência. Mesmo assim, o hotel não se comprometeu a ressarcir o prejuízo.


O Correio Braziliense entrou em contato com o resort por telefone e por e-mail, porém, até a publicação desta matéria, não recebeu um posicionamento.

Assista à reportagem da TV Brasília

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade