Publicidade

Estado de Minas

Deputado Rôney Nemer é condenado por improbidade de forma unânime

Deputado federal eleito foi investigado na Operação Caixa de Pandora por receber propina para apoiar o então governador, José Roberto Arruda


postado em 19/11/2014 14:52 / atualizado em 19/11/2014 16:36

O deputado distrital e federal eleito Rôney Nemer (PMDB) foi condenado por unamidade nesta tarde pela 3ª Turma Cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) por improbidade administrativa por envolvimento no chamado Mensalão do DEM, esquema criminoso de pagamento de propina a autoridades políticas do DF entre 2006 e 2009.

A defesa alega que não existem provas da participação do deputado nos fatos investigados pela Operação Caixa de Pandora. O relator do caso, desembargador Mario-Zam Belmiro Rosa, deu o voto, favorável à condenação do distrital. O revisor, desembargador Gilberto Pereira de Carvalho, e a vogal, Maria de Fátima Rafael Aguiar, seguiram Belmiro Rosa.

Leia mais notícias em Cidades

Com os três votos, o pemedebista Rôney Nemer, quinto candidato a deputado federal com maior votação no DF, acabou condenado em segundo grau e de forma unânime.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade