Publicidade

Estado de Minas

Rollemberg anuncia "pacotão de austeridade," para ajustar contas no DF


postado em 02/01/2015 10:15 / atualizado em 02/01/2015 13:24

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

Após a primeira reunião com o secretariado, na manhã desta sexta-feira (2/1), o novo governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg, anunciou um pacotão de austeridade, para ajustar as contas do Executivo local. Sete decretos devem ser publicados em edição do Diário Oficial nesta tarde. A mais abrangente das medidas com foco na redução de custos inclui a suspensão, por 120 dias, de diárias de viagens, passagens aéreas e restrições ao uso de veículos oficiais.

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

"O objetivo é cortar gastos porque o DF vive o maior desequilíbrio financeiro da história", disse Rollemberg. O governo criou também uma estrutura chamada de "governança DF", com cinco secretarias, para tomar decisões sobre verbas, recursos e cortes de gastos. Os responsáveis pelas pastas da Fazenda, Administração, Planejamento, Casa Civil e Procuradoria do DF decidirão de maneira colegiada.

Todos os secretários têm até 23 de fevereiro para fazer reconhecimento de despesas - há a meta de economizar em 30% o uso de papel, além de custos com telefonia celular. O governo também vai tentar a redução de 20% nos valores de contratos já assinados - como as empresas já contratadas não têm obrigação de ceder, o governo deve negociar mediante a possibilidade de renovação dos contratos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade