Publicidade

Estado de Minas

Quadrinista Mateus Gandara morre aos 28 anos, com câncer no pulmão

Artista batalhava há tempos contra a doença e, nesta quarta-feira, sucumbiu


postado em 14/01/2015 22:13 / atualizado em 15/01/2015 14:54

Moe, por Gandara(foto: Mateus Gandara/Esp. CB/D.A Press)
Moe, por Gandara (foto: Mateus Gandara/Esp. CB/D.A Press)
Morreu, por volta das 21h desta quarta-feira (14/1), o quadrinista brasiliense Mateus Gandara, aos 28 anos. O artista mantinha uma luta diária contra um câncer no pulmão. Nos últimos dias, piorou e estava internado. Após longo tempo de batalha, a enfermidade enfim o venceu.

Mateus Gandara brindou as páginas do Correio com seus traços em duas oportunidades. A primeira veio em uma matéria sobre os 25 anos da série Simpsons publicada em 11 de fevereiro de 2014 no caderno Diversão & Arte. Ele representou Moe, dono do bar onde Homer Simpson costuma beber. "É o mais misterioso dos personagens", disse o quadrinista na ocasião

Leia mais notícias em Cidades

Na matéria
Na matéria "O céu de Brasília na ponta do lápis", Mateus Gandara representou diversos aspectos daquele que é considerado o "mar" da capital federal (foto: Mateus Gandara/Esp. CB/D.A Press)


A segunda arte feita pelo brasiliense para o jornal foi uma interpretação dele sobre o céu de Brasília, presente na edição de 26 de abril do mesmo ano, em Cidades.

Para conhecer mais do trabalho dele, clique aqui.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade