Publicidade

Estado de Minas

Empresário Wagner Canhedo Filho paga fiança e é solto

Preso ainda nesta sexta-feira (22/5), ele era uma dos alvos da operação que investiga um esquema de fraude fiscal superior a R$ 875 milhões


postado em 22/05/2015 21:58 / atualizado em 22/05/2015 22:24

(foto: Bruno Peres/CB/D.A Press)
(foto: Bruno Peres/CB/D.A Press)

 

Preso nesta sexta-feira (22/5), o empresário Wagner Canhedo Filho pagou fiança e foi solto. De acordo com a Polícia Federal (PF), ele pagou uma fiança de R$ 39.400, no início da tarde, e foi liberado. Canhedo Filho foi preso em flagrante por porte ilegal de armas. Ele era uma dos alvos da operação que investiga um esquema de fraude fiscal superior a R$ 875 milhões.

Os gestores do Grupo Canhedo, que administram, entre outros negócios, empresas de ônibus, de turismo e o Hotel Nacional, são suspeitos de usar empresas de fachada para ocultar faturamento de empresas e, com isso, não pagar multas e débitos tributários. Canhedo foi preso durante a Operação Patriota, da PF.

Além do empresário, foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva. Os agentes foram à casa do empresário Wagner Canhedo, que ficou conhecido nacionalmente no década de 1990, após comprar a companhia de Viação Aérea São Paulo (Vasp).

Os suspeitos responderão por falsidade ideológica, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e de capitais.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade