Publicidade

Estado de Minas

Muro da Esplanada vira "beijódromo" e rede de vôlei antes das manifestações

Estrutura metálica que conta com dois metros de altura foi usada de forma irreverente por pessoas que transitaram na Esplanada antes das manifestações de domingo


postado em 16/04/2016 15:52 / atualizado em 16/04/2016 15:57

(foto: Gustavo Oliveira/Democratize)
(foto: Gustavo Oliveira/Democratize)

 

Erguido no domingo passado, o muro de tapume de aço no meio da Esplanada dos Ministérios gerou diversas críticas. Mas às vésperas da votação da Câmara dos Deputado que decidirá se haverá ou não continuidade para a abertura do processo de Impeachment, os brasilienses usaram o local de uma maneira divertida e com alguma descontração.

 

(foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
(foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

 

Em meio aos cartazes estampados chamando a divisão de “Muro da Vergonha”, fixado do lado direito da Esplanada, há também pichações com teor poético. A que mais se destaca é com a inscrição “bora se amar”. E houve quem levou a citação a sério. Um casal, com ideologias políticas diferentes, usaram uma escada para se encontrarem e se beijarem em meio ao muro.

A criatividade também tomou conta de quem circulou na Esplanada dos Ministérios. Um grupo de aproximadamente dez pessoas usaram a estrutura metálica como se fosse uma rede de vôlei e brincavam com uma bola improvisada em meio ao muro. Imagem esta que viralizou nas redes socais.

 

(foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
(foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

 

(foto: @luisamartins/ Twitter)
(foto: @luisamartins/ Twitter)
 

 

 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade