Publicidade

Correio Braziliense

Funcionárias de administração regional cobravam por emissão de alvará

Suspeitas foram presas após uma denúncia, enquanto recebiam R$ 9 mil de um empresário


postado em 20/09/2016 12:48

Funcionárias da administração regional de Samambaia foram presas após cobrarem R$ 9 mil a um empresário para emitir um alvará de construção. O caso, registrado na 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul) como crime de corrupção passiva foi registrado em 12 de setembro, pelo Presidente da Associação Comercial da Área de Desenvolvimento Econômico (ADE) da cidade.

Leia mais notícias em Cidades

O empresário vítima das funcionárias construiria em um lote que é produto de incentivo pelo Programa PRÓ-DF II. Policiais civis prenderam as funcionárias Regina Lúcia de Araújo Soares, 44 anos e Aline Fonseca Nascimento de Souza, 31, na tarde desta segunda-feira (19/9), logo após o recebimento do dinheiro. O flagrante aconteceu na QN 302, Conjunto 8, Lote 2, em uma loja da Castelo Forte.

Consta na ocorrência da Polícia Civil que, após a vítima entregar o envelope com dinheiro, “Regina o puxou para perto de si e o colocou próximo à Aline”. A vítima deixou o local e, na sequência, A primeira servidora pegou o envelope e saiu da mesa. Nesse momento, os agentes a surpreenderam.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade