Publicidade

Estado de Minas

Estudantes são premiados no 1º Festival de Música das Escolas Públicas

Quatorze bandas subiram ao palco do Centro de Convenções Ulysses Guimarães na tarde dessa quarta-feira para as apresentações; cinco delas foram premiadas


postado em 17/11/2016 06:00 / atualizado em 16/11/2016 23:00

Ao todo, 14 bandas se apresentaram no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Lucas Ágape e banda estavam entre elas (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)
Ao todo, 14 bandas se apresentaram no Centro de Convenções Ulysses Guimarães. Lucas Ágape e banda estavam entre elas (foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press)


Em vez de cadernos e livros, estudantes do Distrito Federal usaram todo o talento para tocar instrumentos musicais e soltar a voz no 1º Festival de Música das Escolas Públicas. Quatorze bandas subiram ao palco do Centro de Convenções Ulysses Guimarães na tarde dessa quarta-feira (16/11) para as apresentações. Apoiados por amigos, eles apresentaram composições de autoria própria e com ritmos diversos: samba, reggae, rap, hip hop, entre outros.

A banda Sirius, do Centro Educacional 3 de Sobradinho, levou o rock ao palco. A vocalista Stephany Moura, 17 anos, explicou que a banda surgiu justamente para o festival. “Ficamos sabendo um pouco antes e decidimos nos unir. A nossa música Menina lua fala de uma garota de várias fases, que, mesmo cheia de erros, é aceita por todos”, contou. Também integrante do grupo, André Reis, 18, já faz parte de outro grupo musical. “Está sendo incrível participar desse momento. Já havia feito outros shows, mas não um direcionado para pessoas da mesma idade. O público respondeu bem à nossa apresentação.”

A banda Estudo Radical, formada por alunos do Centro de Ensino Fundamental 4 do Gama, apresentou a música Diga não ao preconceito. A composição de Rian Balbino, 14 anos, surgiu após alguns episódios de discriminação na escola. “Esse tema foi tratado em aula. Quando soube do festival, logo pensei em falar disso na música”, lembrou. O professor de história Rhenzo Melo foi um dos responsáveis por abordar o assunto. “Era algo que precisava ser tratado, para não ocorrer mais. O Gustavo me apresentou a música e apenas fiz algumas orientações posteriores”, observou. Ao lado de Rian, Rafaela Suyane e Gustavo Almeida, ambos de 13 anos, e Janaína Teixeira, 14, conquistaram o público. “Está sendo tudo uma novidade. A banda foi formada para esse festival, pretendemos continuar nesse caminho”, destacou Rafaela.
 
A matéria completa está disponível aqui, para assinantes. Para assinar, clique aqui 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade