Publicidade

Correio Braziliense

PM acusado de matar esposa vai a juri na quarta-feira

Jailson Guedes Ferreira responde pelos crimes de homicídio duplamente qualificado, uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima e por feminicídio


postado em 27/03/2017 22:32

À época, Jailson não teria se conformado com o fim do relacionamento(foto: Ronaldo de Oliveira/CB/DA Press)
À época, Jailson não teria se conformado com o fim do relacionamento (foto: Ronaldo de Oliveira/CB/DA Press)
 
O Tribunal do Júri de Ceilândia vai julgar na próxima quarta-feira (29/3),  o policial militar reformado Jailson Guedes Ferreira, acusado de matar a tiros a esposa, também PM reformada Neide Rodrigues Ribeiro, em 2015. Ela era vítima de violência doméstica e havia decidido se separar do marido. Inconformado com a situação, Jailson pegou um revólver e efetuou os disparos contra a vítima, que não resistiu e morreu no local.
 
De acordo com a Polícia Militar à época, Jailson tinha problemas emocionais e estava com o porte de armas suspenso. Ele responde pelos crimes de homicídio duplamente qualificado, uso de recurso que impossibilitou a defesa da vítima e por feminicídio. A sessão de julgamento está prevista para começar às 9h30.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade