Publicidade

Correio Braziliense

Com cachorrinha na mochila, professora vai ao Morro da Capelinha e pede paz

Kátia Garcia caminha 19 quilômetros todos os anos, de Sobradinho a Planaltina, para acompanhar as celebrações da Semana Santa


postado em 14/04/2017 11:10 / atualizado em 14/04/2017 11:26

"Trago comigo a Suzy. Quando vejo que ela está cansada, a coloco em uma mochila", conta a professora (foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)


Há oito anos, a professora Kátia Garcia, de 52 anos, acompanha as celebrações da Sexta-feira da Paixão, no Morro da Capelinha, em Planaltina, com a cachorrinha Suzy a tiracolo. Hoje não foi diferente. "Venho aqui por gratidão à vida. Por tudo que a gente tem e tudo que recebemos. Peço também mais paz no mundo."

Leia mais notícias em Cidades


"Trago comigo a Suzy. Quando vejo que ela está cansada, a coloco em uma mochila." Além de agradecer, a professora, que trabalha no sistema prisional do Distrito Federal, sai de Sobradinho e chega ao Morro da Capelinha caminhando. São longos 19 quilômetros.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade