Publicidade

Correio Braziliense

Caminhões-pipa deverão passar por inspeção antes de comercializar água

A Vigilância Sanitária e a Secretaria de Saúde serão responsáveis pela avaliação dos veículos, para verificar condições de higiene, transporte e armazenamento


postado em 18/05/2017 11:31 / atualizado em 18/05/2017 16:35

(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press - 09/02/2009)
(foto: Carlos Vieira/CB/D.A Press - 09/02/2009)
 
Os caminhões-pipa que circulam no Distrito Federal deverão obedecer a novas regras. Os veículos terão que passar por uma inspeção da Vigilância Sanitária e da Secretaria de Saúde, que verificarão as condições de higiene, transporte e armazenamento de água. As orientação foram publicadas no Diário Oficial do Distrito Federal nesta quinta-feira (18/5). 
 
 
Os veículos que passarem pela vistoria ganham um certificado que autoriza o serviço de comércio de água. No entanto, os ficais da Vigilância Sanitária poderão inspecionar as condições do caminhão-pipa a qualquer momento.  
 
Aqueles que descumprirem as condições de uso, perderão o certificado e não poderão transportar água nos veículos. Ainda será preciso pagar multa que varia de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão.  
 
Em outubro de 2016, a Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do DF (Adasa) começou a restringir os horários para captação de água por caminhões-pipa. Antes, os pontos de coleta eram disponíveis o dia todo. Após a resolução, eles só funcionam das 6h às 14h. A medida foi criada a partir do aumento da demanda de venda de água em razão do racionamento no DF.
 
Com informações da Agência Brasília

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade