Publicidade

Correio Braziliense

13 regiões enfrentam o corte d'água nesta terça-feira

Racionamento continua no DF, sem previsão para acabar


postado em 20/06/2017 06:00 / atualizado em 20/06/2017 07:47

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)

 

O racionamento continua do Distrito federal. Nesta terça-feira, (20/6), é a vez do SIA, SCIA, STRC, SIN, SOF Sul, SGCV, SMAS, SPO, Cruzeiro Velho, Park Sul, Cidade Estrutural, Condomínios do Jardim Botânico - Verde, Chácaras Itaipú 80 a 84, Ouro Vermelho I e II - e Taguatinga Norte (incluindo as quadras da QNL 2, 4, 6, 8, 10 e 12), enfrentarem o corte d'água. 

 

Leia mais notícias em Cidades 

 

Em situação de estabilização estão as regiões da Asa Sul (inclusive SQS 202 a 208, SQS 402 a 404, CLS 201 a 208, CLS 402 a 405, SES 801 a 803 e Anexos dos Ministérios-Sul), Lago Sul (QL 2 a 10, QI 1 a 15, exceto Cjs 1, 2 e 3 da QI 13), Sudoeste, Octogonal, Cruzeiro Novo, Setor de Indústrias Gráficas, Praça Municipal, Setor de Garagens Oficiais, Setor de Administração Municipal, Setor de Divulgação Cultural, Esplanada da Torre, Setor de Recreação Pública Norte, Condomínios do Jardim Botânico - Jardim Botânico III, Jardim Botânico VI, Quintas do Sol, Quintas Bela Vista, Quintas Interlagos, Jardins do Lago Quadra 09, Morada de Deus, Quatro Estações, Máxximo Gardem, Belvedere Green, Chácaras Itaipú (exceto 80 a 84), Quintas Itaipú, Jardim da Serra.

 

Os moradores de Ceilândia Leste, QNM, QNJ, QNL (quadras 1, 3, 05, 7, 9, 11, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21, 22, 23, 24, 26, 28 e 30), CNL 1, Taguatinga Sul, Setor Primavera, Arniqueiras, Areal, Riacho Fundo I, Águas Claras, SMPW (Qds 1 a 5), Núcleo Bandeirante, C.A. IAPI, CABS (ch. 1 e 2), Candangolândia, Setor de Postos e Motéis e Metropolitana, Guará I e II, Pólo de Modas, CABS (exceto ch. 1 e 2), Lúcio Costa, SQB, CAAC, Samambaia, Setor de Mansões de Taguatinga, Park Way (Qds 06 a 29), Vila Cauhy e Vargem Bonita também estão em situação de estabilização. 

 

Na quarta-feira, (21), Lago Norte e Ceilândia Oeste são algumas das regiões que enfrentam o racionamento. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade