Publicidade

Correio Braziliense

Adolescente suspeito de esfaquear servidora do MinC tentou agredir agentes

Menor chegou agressivo à unidade de internação, em São Sebastião, após ser preso pela polícia


postado em 11/08/2017 15:30 / atualizado em 11/08/2017 19:03

O adolescente e o outro suspeito de participar do crime foram encontrados em uma quitinete na comercial da 208 Norte(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
O adolescente e o outro suspeito de participar do crime foram encontrados em uma quitinete na comercial da 208 Norte (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)

O adolescente suspeito de participar da morte da jornalista Maria Vanessa Veiga Esteves, 55 anos, na Asa Norte, tentou agredir agentes socioeducativos ao chegar à Unidade de Internação Provisória de São Sebastião (UIPSS), na noite de quinta-feira (10/8), informou ao Correio uma fonte de dentro da unidade.
 
 
Segundo o relato, o jovem tentou se desvencilhar e partiu para cima dos agentes que estavam na sala, mas foi controlado pelos agentes sem ferir ninguém. Ainda segundo a fonte, ele foi internado em uma cela separado dos demais socioeducandos. A agressividade do acusado surpreendeu quem estava na unidade quando ele deu entrada.

Após a publicação desta matéria, a Subsecretaria do Sistema Socioeducativo, ligada à Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude negou que o jovem tenha sido agressivo. "A Subsecretaria do Sistema Socioeducativo esclarece que não houve nenhuma tentativa de agressão, ou qualquer outro incidente relacionado ao adolescente citado na reportagem 'Adolescente suspeito de esfaquear servidora do MinC tentou agredir agentes'. A chegada dele na Unidade de Internação Provisória de São Sebastião foi tranquila, assim como está sendo sua convivência desde então", afirma o texto.

O adolescente é suspeito de ter desferido as facadas que levaram Maria Vanessa à morte na noite de terça-feira (8/8), durante o latrocínio que aconteceu na SQN 408. Foi apreendido na noite seguinte ao crime, em uma quitinete na 208 Norte. Outro homem também foi preso, acusado de participar do latrocínio (roubo com morte) da analista do Ministério da Cultura.

 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade