Jornal Correio Braziliense

Sistema fica fora do ar e atrasa atendimento no Hospital de Base

Área de triagem da unidade de saúde ficou lotada no início da tarde desta quinta

- Foto: Ricardo Faria/Esp.
CB/D.A. Press

 
O sistema de registro de Guia de Atendimento Emergencial (GAE) do Hospital de Base do DF (HBDF) ficou fora do ar, no início da tarde desta quinta-feira (14/9). Com isso, o pronto-socorro, que recebe em média 250 pessoas por dia, ficou com o atendimento comprometido, fazendo com que a espera pela triagem durasse mais de uma hora.

Leia mais notícias em Cidades

Segundo informações de pacientes, uma longa fila se formou no local onde eram feitas as guias. "Chegamos aqui às 13h e fomos informados de que teríamos de aguardar o retorno do sistema", disse Norma de Faria, que acompanhava o filho Bernardo em um atendimento. Ela informou que só conseguiu fazer a ficha médica quase uma hora após um princípio de tumulto. "Uma senhora estava desesperada, com o pai passando muito mal. Ela brigou com os servidores, que, então, decidiram fazer a ficha manualmente", contou.
 
Carlos Alberto de Lira, 52 anos, chegou à unidade hospitalar por volta das 12h.
Ele quebrou o fêmur há cinco meses e enfrenta o mesmo problema quando precisa recorrer ao HBDF. "Isso aqui (cair o sistema) é rotina. É um descaso, e o servidor não tem culpa. Atrasa o atendimento", reclamou.
 
A Secretaria de Saúde confirmou o problema com o sistema Trackcare e informou que "os pacientes estão tendo acesso normalmente à emergência, somente com um tempo um pouco maior para preenchimento das guias de atendimentos". Para os casos de quem precisa de clínica médica, a secretaria disse que orienta-se a procurar uma outra unidade médica, o que ocorre normalmente, visto que na emergência do HBDF não há essa especialidade.
 
Segundo a pasta, houve uma parada inesperada em um Centro de Processamento de Dados e uma equipe técnica trabalha na recuperação do sistema. A expectativa é de que o sistema volte a funcionar ainda hoje.
.