Publicidade

Correio Braziliense

Senador Hélio José troca o PMDB pelo Pros após demissão de apadrinhados

Senador pelo DF alega ser vítima de retaliação do partido por votar contra a reforma trabalhista. Pros é a quinta agremiação na carreira do político


postado em 14/10/2017 19:12 / atualizado em 14/10/2017 19:40

Senador era suplente na chapa de Rodrigo Rollemberg, e assumiu após o mandatário assumir o GDF(foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
Senador era suplente na chapa de Rodrigo Rollemberg, e assumiu após o mandatário assumir o GDF (foto: Minervino Junior/CB/D.A Press)
 
O senador pelo Distrito Federal Hélio José não está mais no PMDB. Depois de votar contra a reforma trabalhista, o parlamentar partiu, na quarta-feira (11/10), rumo ao Pros. Ao Correio, o parlamentar afirmou que mudou de legenda devido a “retaliações” que passou a sofrer por conta da posição contrária às mudanças propostas pelo Governo Federal.



"Não tenho nenhuma inimizade no partido, especialmente com a Executiva Nacional e no Senado", pondera. O senador alega, no entanto, que preferiu trocar de sigla porque “terá mais independência” no Pros do que no PMDB
 

Quinto partido 

 
O Pros é o quinto partido no currículo do senador. Antes de migrar para o PMDB, no ano passado, Hélio esteve no PT, no PSD e no PMB. Em entrevista ao programa CB.Poder, o parlamentar anunciou que tentaria se candidatar ao senado ou a outro cargo pelo PMDB, mas também disse que “mudar de partido é um processo natural”. 
 
Hélio José chegou ao senado após a desincompatibilização de Rodrigo Rollemberg, até então com a vaga, para a corrida pelo Governo do Distrito Federal. O atual senador concorreu como suplente na chapa do hoje governador nas eleições de 2010.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade