Publicidade

Correio Braziliense

Polícia Militar do DF envia helicópteros para a Chapada dos Veadeiros

Aeronaves servirão para o transporte das tropas e voluntários que trabalham no local e farão o monitoramento do incêndio na área


postado em 24/10/2017 09:58

Helicópteros da PM vão auxiliar no trabalho de combate ao fogo na Chapada dos Veadeiros(foto: PMDF/Divulgação)
Helicópteros da PM vão auxiliar no trabalho de combate ao fogo na Chapada dos Veadeiros (foto: PMDF/Divulgação)
Além do reforço dado pelo Corpo de Bombeiros e por funcionários do Zoológico de Brasília, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) também vai disponibilizar ajuda para o combate ao incêndio na Chapada dos Veadeiros, em Goiás. De acordo com a corporação, duas aeronaves seguiram, na manhã desta terça-feira (24/10), para o município de Alto Paraíso. De acordo com o coronel Renato Costa, que coordena a operação, os helicópteros 
no transporte das tropas e voluntários que trabalham no local e farão o monitoramento do incêndio na área. 
 
 


O coronel afirma que a equipe é composta por dois pilotos, um mecânico e uma pessoa responsável pelo apoio operacional. "Nosso foco será o transporte das pessoas para que elas tenham um acesso mais rápido e seguro aos locais próximos aos focos de incêndio na Chapada", explicou. 

(foto: PMDF/Divulgação)
(foto: PMDF/Divulgação)

Os helicópteros têm capacidade para lançar água por meio do "bambi bucket", que é um tipo de balde que comporta até 540 litros e lança o líquido a partir do helicóptero. A previsão é que o grupamento permaneça no parque até a próxima segunda (30/10). "Nós vamos trocando a tripulação ao longo da semana e também as aeronaves em caso de necessidade". Segundo ele, dependendo da gravidade dos incêndios, outras aeronaves podem ser somadas a esta operação. "Temos plenas condições de manter nossas operações de segurança aqui no DF e ajudar as pessoas lá (na Chapada)", afirmou.

A força-tarefa disponibilizada pelo Distrito Federal conta com integrantes da Polícia Militar, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMbio), Corpo de Bombeiros (CBMDF), além de funcionários do Zoológico de Brasília e voluntários.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade