Publicidade

Correio Braziliense

Pinheiros iluminados da decoração de Natal encantam brasilienses

Dezenas de pinheiros coloridos fazem parte da decoração inovadora que a Esplanada dos Ministérios recebeu este ano. A intenção foi celebrar o título concedido pela Unesco, que colocou a capital na Rede de Cidades Criativas


postado em 23/12/2017 08:00 / atualizado em 22/12/2017 23:54

O espaço se tornou palco de piqueniques, encontros entre amigos e famílias(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
O espaço se tornou palco de piqueniques, encontros entre amigos e famílias (foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)


A Esplanada dos Ministérios ganhou uma nova arborização. Este ano, dezenas de pinheiros de várias cores compõem a tradicional decoração natalina na via. No lugar das conhecidas cortinas de LED, que desciam do alto dos prédios, Brasília ganhou uma passarela de árvores vermelhas, amarelas, azuis e verdes. A mudança agradou a quem viu. Muita gente tem feito questão de passear a pé pelo lugar à noite, para melhor apreciar a beleza dos enfeites. Em altos-falantes espalhados pela Esplanada, são reproduzidas músicas natalinas.

Como faz todos os anos, a professora Keila Borges, 42 anos, levou a família para ver as luzes de Natal. “Está tudo tão lindo e diferente, nos lembra o colorido dos ipês. Isto é bem de Brasília, está trabalhando com a identidade da cidade”, comentou. A mãe dela, Dagmar Borges, 63, caminhava encantada ao lado da filha. “A gente sempre vem curtir um pouco, mas esse ano está maravilhoso. Estou amando. Podia ser assim sempre”, sugeriu.

Ver galeria . 8 Fotos Ed Alves/CB/D.A Press
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press )


O espaço se tornou palco de piqueniques, encontros entre amigos e famílias. Serviu até de área de lazer para a criançada, que corria e fazia piruetas sob a luz das árvores. Os namorados também tomaram conta do lugar, o charme da iluminação e a música os convidava para isso.

Leia as últimas notícias de Cidades

O casal carioca Paolo Moura, 33, e Gabriela Rodrigues, 29, vive  em Brasília há cinco anos. Os dois vieram para cá a serviço e a intenção era voltar para o Rio, mas se apaixonaram pela cidade. “Eu gosto de viver aqui, a cidade oferece oportunidade para isso. Saímos de casa só para ver a iluminação, como outras pessoas que estão aqui, aproveitando para curtir, brincar, trazer a família toda. É uma energia muito positiva”, disse Gabriela. 

“Brasília é uma obra de arte e esses enfeites complementam a arquitetura. Fica tudo ainda mais lindo e atrai os visitantes”, complementou Paolo.

Além das 50 árvores que ornamentam a Esplanada, o Museu Nacional Honestino Guimarães serve como projetor de um espetáculo de imagens, cores e sons. O show, pensado por designers locais, inclui elementos como tipografia, mobiliário, fotografia e ícones da capital.

Toda essa decoração inovadora foi elaborada com a intenção de celebrar o título de cidade criativa do design, concedido pela Unesco em outubro deste ano. Com a qualificação, Brasília passou a fazer parte da Rede de Cidades Criativas e fica reconhecida internacionalmente por explorar a criatividade como fator estratégico.

Mais atrações

A Torre de TV também está iluminada e com uma programação de eventos para este fim de ano. Na fonte luminosa, as águas parecem dançar ao som de músicas. Esses espetáculos na cortina de água ocorrem de meia em meia hora, das 18h30 à 00h10, e têm duração de 10 minutos. Mas hoje, amanhã e no dia de Natal, as atividades na fonte começam mais cedo, a partir das 9h.

Além disso, hoje é dia de receber as bandas Scalene, Surf Session e Paralamas do Sucesso no palco montado na plataforma da Torre de TV. A programação especial continua no dia 24 e 25, com ceias solidárias, atrações musicais, atividades para as crianças e uma área gastronômica. A entrada é gratuita, mas o público pode doar alimentos não perecíveis, roupas, brinquedos e livros infantis, que serão entregues a instituições de caridade.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade