Publicidade

Correio Braziliense

Polícia investiga terceiro envolvido em assassinato no Parque da Cidade

Corporação acredita que terceira pessoa pode ajudar a entender dinâmica do crime. Vítima foi encontrada sem vida por seguranças em 22 de dezembro


postado em 03/01/2018 23:52 / atualizado em 03/01/2018 23:55

(foto: Facebook/Reprodução)
(foto: Facebook/Reprodução)


Mesmo com a prisão de Frederico Bruno Floriano da Silva, 42, suspeito de ter cometido o assassinato do funcionário da Latam Ricardo Pio Rodrigues, de 42 anos, em 22 de dezembro, as investigações não terminaram. Equipes da Polícia Civil ainda procuram pela arma usada no crime e investiga, também, a possível participação de uma terceira pessoa. 


As informações são baseadas nos depoimentos coletados pela corporação nos últimos dias. A PCDF acredita que o assassinato foi motivado por ciúmes. Porém, o criminoso nega as acusações. O assassino e a vítima mantinham um relacionamento amoroso há mais de dois anos e, além disso, costumavam frequentar o Parque da Cidade para conhecer outras pessoas. 
 
De acordo com os investigadores, o assassino de Ricardo pode ter o visto com outro homem, que fugiu. A PCDF procura pela terceira pessoa para entender como aconteceu o crime. Frederico Bruno continua em prisão temporária, deflagrada na terça-feira (2/1). Ele vai responder por homicídio qualificado movido por motivo fútil. 


O caso


Ricardo Rodrigues foi encontrado morto, com um tiro no peito, pelos seguranças do Parque da Cidade, em 22 de dezembro. O corpo estava nas proximidades  do Pavilhão de Exposições. Na ocasião, peritos levaram os objetos, que possivelmente pertenciam à vítima.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade