Publicidade

Correio Braziliense

PM prende advogada suspeita de planejar arrastão em Taguatinga

A mulher, identificada apenas como Crislaine, tentava entrar no condomínio Top Life com um homem identificado como Robson, no momento da abordagem da PM


postado em 06/01/2018 14:59 / atualizado em 06/01/2018 15:08

Com eles, os policiais militares apreenderam uma espingarda e uma pistola(foto: PMDF/Divulgação)
Com eles, os policiais militares apreenderam uma espingarda e uma pistola (foto: PMDF/Divulgação)
 

Uma advogada foi presa suspeita de planejar, com um comparsa, um arrastão em um condomínio em Taguatinga. As informações são da comunicação da Polícia Militar. A mulher, identificada apenas como Crislaine, tentava entrar no condomínio com um homem identificado como Robson, no momento da abordagem policial.

Leia as últimas notícias do Distrito Federal

Os militares do Grupo Tático Operacional (Gtop) chegaram ao casal após uma denúncia anônima sobre um planejamento de uma série de furtos no endereço. A fonte informou à polícia que os suspeitos chegariam em um Peugeot prata. Os PMs aguardaram por um veículo com as mesmas características e fizeram a abordagem.

Com eles, os policiais militares apreenderam uma espingarda e uma pistola. Um dos integrantes da equipe, o major Cláudio Santos, contou que o carro pertencia à advogada e que o homem que a acompanhava já tinha passagens por roubo a residência e porte de arma. "Suspeitamos que o papel da mulher é dirigir o carro no momento da fuga. É mais difícil suspeitar de um advogado", supôs o major.

À PM, os suspeitos disseram que estavam indo negociar a arma de cano longo. O caso está a cargo da 12ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Centro). Inicialmente, eles responderão por porte ilegal de arma de fogo.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade