Publicidade

Correio Braziliense

Pré-carnaval de Brasília terá financiamento de R$ 1,4 milhão

O recurso vem por meio de patrocínio direto em acordo feito entre o governo e a Ambev


postado em 11/01/2018 23:50 / atualizado em 08/02/2018 19:35

Blocos de pré-carnaval vão contar com investimento de R$1,4 milhões(foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)
Blocos de pré-carnaval vão contar com investimento de R$1,4 milhões (foto: Luis Nova/Esp. CB/D.A Press)

A folia da pré-temporada de carnaval terá verba garantida por iniciativa privada. Em um acordo entre o governo e a Ambev, ficou definido o investimento de R$ 1,4 milhão em estrutura por meio do patrocínio direto. 
  
A notícia animou os organizadores, já que, na terça-feira (9/1), a Secretaria de Cultura afirmou em uma reunião com os representantes dos blocos de pré-carnaval que o GDF não teria verba para bancar as festas de 19 de janeiro a 9 de fevereiro. 

Um dos organizadores do "Bloco da Cabeça do Pimpolho", Igor Borges, disse ter ficado mais aliviado com a notícia. "Na reunião ficou claro que sozinho o governo não conseguiria cobrir os custos do pré-carnaval. Agora, com o auxílio desse patrocínio externo, conseguiremos fazer a folia do jeito que idealizamos e com a estrutura necessária", declarou. 
 

Além da verba privada para as festas que antecedem a grande folia, o governo investiu R$ 5 milhões no carnaval de Brasília, mais do que dobro do que foi feito no ano passado - R$ 2,3 milhões. O recurso será aplicado em 19 regiões administrativas para custear a logística dos blocos de rua, escolas de samba e demais eventos. 

São 101 blocos cadastrados (60 no Plano Piloto e 41 em outras regiões administrativas) e outros 173 eventos carnavalescos (100 no Plano Piloto e 73 em outros lugares). A estimativa é que o público ultrapasse 2,5 milhões de foliões, um milhão a mais do que em 2017. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade