Publicidade

Correio Braziliense

Motorista e passageiro são atingidos em novo tiroteio em Ceilândia

Um veículo atravessou um cruzamento e abriu fogo contra a vítima. A Polícia Civil investiga o caso


postado em 13/01/2018 15:39 / atualizado em 13/01/2018 18:51

(foto: PMDF/ Divulgação)
(foto: PMDF/ Divulgação)
 
Menos de 24 horas após um tiroteio deixar seis pessoas feridas, em um posto de gasolina de Ceilândia, um novo caso de violência assustou os moradores da cidade mais populosa do Distrito Federal neste sábado (13/1). Um carro, ainda não identificado pelas autoridades policiais do DF, atravessou a passagem de outro automóvel em um cruzamento e um homem abriu fogo, ferindo os dois ocupantes, um deles, Vinícius Silva de Oliveira, 19 anos, foi socorrido em estado grave, com um tiro na cabeça, mas morreu no Hospital Regional de Ceilândia (HRC).
 
 
Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Vinícius dirigia o carro e o carona, identificado como Guilherme Magno Rodrigues, 18 anos, foi atingido com um tiros na perna. 

O incidente aconteceu nas imediações da Feira do P Sul, na QNP 38/40, Setor P Sul. Homens da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) isolaram a área, para que a perícia pudesse ser feita. Ninguém foi preso.

Violência em Ceilândia

Na noite de sexta-feira (12/1), seis pessoas foram baleadas em um tiroteio, entre elas uma criança, em Ceilândia. Os disparos vieram de um carro, um Gol preto, que fugiu após a ação. Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), as vítimas foram ao hospital por meios próprios e apenas um homem, atingido por três tiros, permaneceu no local.

Imagens da câmera de segurança do posto flagraram o momennto em que um Vectra, carro que recebeu o maior número de disparos, fica na mira dos criminosos. A polícia ainda não sabe informar qual teria sido a motivação do ataque nem quem foram os autores do crime. Testemunhas afirmam que o suspeito é um morador de Samambaia.
 
No local foram encontradas vários cartuchos 9mm. As investigações devem ficar a cargo da 23ª DP (P Sul). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade