Publicidade

Correio Braziliense

Extrato para cadastro no Bilhete Único Especial pode ser obtido na internet

O extrato de contribuição ao INSS, exigido para beneficiários do Bilhete Único Especial que estão desempregados ou não têm renda, pode ser obtido pela internet ou aplicativo de celular. Busca por documento tem gerado filas nos postos de atendimento


postado em 17/01/2018 18:20 / atualizado em 17/01/2018 18:28

Espera desnecessária: busca pelo extrato fez crescer o movimento nos postos de atendimento do INSS(foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
Espera desnecessária: busca pelo extrato fez crescer o movimento nos postos de atendimento do INSS (foto: Arthur Menescal/Esp. CB/D.A Press)
 
A renovação do cadastro para usar o Bilhete Único Especial — que dá direito a pessoas com deficiência ou doenças crônicas a usar o transporte público gratuitamente no Distrito Federal — têm gerado imensas filas nos postos do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS). Isso porque, para fazer a renovação de quem está desempregado ou não possui renda, o DFTrans exige, entre outros documentos, o extrato de contribuição ao INSS.

O que muitos desses usuários não sabem é que esse documento está disponível na internet. Para isso, basta a cessar o endereço https://www.inss.gov.br/ e clicar em "Meu INSS" e, em seguida, em "Extrato Previdenciário (CNIS)". Aqueles que ainda não têm cadastro no site precisam gerar uma senha. 

O documento também pode ser obtido pelo celular, por meio do aplicativo Meu INSS - Central de Serviços, disponível nas plataformas IOS (App Store) e Android (Play Store).
 
 
Correio confirmou a movimentação acima do normal nesta quarta-feira (17/1), no posto da 502 Sul. Segundo servidores que trabalham no local, na terça-feira, a situação era mesma, fazendo com que o número de atendimentos chegasse a 496, cerca de 30% a mais que a média de 380. O movimento também aumentou no posto do Na Hora da Rodoviária do Plano Piloto e nos postos do INSS em Taguatinga, Gama e Sobradinho, que funcionam das 7h às 17h.
O prazo de renovação de cadastro para utilizar o Bilhete Único Especial foi prorrogado até 31 de janeiro. Cerca de 60 mil pessoas são beneficiados pela iniciativa, que de acordo com o DFTrans, gerou, em 2016, uma despesa de R$ 100 milhões ao GDF.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade