Publicidade

Correio Braziliense

Vídeo: onze pontos para entender a febre amarela e a vacinação no DF

Precisam ser imunizadas crianças a partir de nove meses e adultos de até 59 anos


postado em 18/01/2018 17:23 / atualizado em 18/01/2018 18:38



A mais recente atualização do Ministério da Saúde mostra que 35 pessoas  contraíram febre amarela no Brasil, sendo que 20 morreram. Outros 145 casos estão em investigação. São Paulo e Minas Gerais concentram as infecções. O Rio de Janeiro é motivo de preocupação por ter mais de 60% da população não vacinada. Apesar do risco no Sudeste, a Secretaria de Saúde diz que a situação está sob controle no DF, já que o a probabilidade de infecção é baixa. 

Leia as últimas notícias do Distrito Federal
 
O último caso de febre amarela urbana foi registrado no Brasil em 1942, e todos os casos confirmados desde então decorrem do ciclo silvestre de transmissão. Em entrevista ao Correio, a diretora de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, Maria Beatriz Ruy, explica porque o brasiliense deve ficar tranquilo. "Não há motivo para pânico. Diferente dos Estados do Sudeste, no DF a vacinação contra a febre amarela é rotina", destaca. 
 

Tire suas dúvidas sobre febre amarela e a vacinação

Não sei se sou vacinado. Se eu tomar outra dose faz mal?

Não faz mal. O recomendado é ter a dose anotada na caderneta de vacinação. Mas, tomar várias doses seguidas é perigoso. A pessoa pode desenvolver a febre amarela vacinal ou ter efeitos adversos. 

 

O certificado internacional de vacina tem validade de 10 anos? 
Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), não é preciso fazer a renovação do certificado internacional da vacina contra a febre amarela já emitido, mesmo que esteja escrito que a validade está vencida.
 
Quem tomou uma dose da vacina, precisa tomar de novo? 
A vacina continua sendo a mesma. O que mudou foi a administração. Estudos comprovaram, em 2014, que uma única imuniza para a vida toda. A vacina contra febre amarela é produzida com o vírus vivo, o que faz com que a produção de anticorpos permaneça ativa ao longo do tempo.

E os bebês, precisam tomar? 
Para recém-nascidos que têm menos de seis meses de vida, a vacina é contraindicada. De 6 a 9 meses, o bebê só pode ser vacinado em caso de epidemia ou viagem para área de risco. Acima de 9 meses, o bebê pode tomar a vacina, mas não tem mais reforço com uma segunda dose, aos quatro anos.
 
Quem não deve ser vacinado? 
A vacina é contraindicada para grávidas, idosos, portadores de HIV, pacientes com leucemia e linfoma, além das pessoas que fazem quimioterapia e radioterapia, e alérgicos a ovos e a antibióticos. Mulheres que amamentam crianças com menos de 6 meses devem ser submetidas à avaliação médica para analisar os riscos e os benefícios da imunização.
 
Quem deve se vacinar?
Precisam ser imunizadas crianças a partir de nove meses e adultos de até 59 anos. 

Segundo a OMS, uma dose da vacina é capaz de imunizar para toda a vida(foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)
Segundo a OMS, uma dose da vacina é capaz de imunizar para toda a vida (foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press)

 
Como a doença é transmitida?
Por meio da picada de mosquitos infectados com o vírus da febre amarela. Em regiões de campo e floresta, o principal mosquito transmissor é o Haemagogus. O vírus também pode ser transmitido pelo Aedes aegypti, na forma urbana da doença. 
 
A febre amarela é transmitida de pessoa para pessoa? Quais são os sintomas?
A doença, que não é transmissível, provoca calafrios, dor de cabeça, dores nas costas e no corpo, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza. Os primeiros sintomas aparecem de três a seis dias depois da infecção.
 
Como são os casos graves?
Há hemorragias, insuficiência hepática e insuficiência renal. Um dos sintomas é a coloração amarelada da pele e do branco dos olhos. Também não é incomum pacientes apresentarem vômito com sangue, um sintoma da hemorragia. Cerca de 50% dos pacientes que desenvolvem a forma grave da doença morrem em um período entre 10 e 14 dias.
 
Já sou vacinado. Preciso repetir a dose?
Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) e o Ministério da Saúde, estudos mostram que uma só aplicação é capaz de dar imunidade por toda a vida.
 
Onde tomar a vacina?
As doses são disponibilizadas nos postos de saúde gratuitamente. As unidades funcionam das 7h às 18h.


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade