Publicidade

Correio Braziliense

Motorista bêbado é preso após entregar direção de carro ao filho de 12 anos

Homem foi abordado por policiais militares em Sobradinho II durante a madrugada. Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro. Outro motorista embriagado foi preso em Brazlândia


postado em 31/01/2018 09:18 / atualizado em 31/01/2018 10:57

Um motorista de 37 anos foi preso pela Polícia Militar do DF após ser flagrado dirigindo bêbado e por ter entregue a direção do carro ao filho dele, de apenas 12 anos de idade. Segundo informações da corporação, o crime ocorreu por volta das 2h desta quarta-feira (31/1), em Sobradinho II.


De acordo com a polícia, ao ser abordado, o homem se negou a fazer o teste do bafômetro e ainda resistiu à prisão. Ele e o garoto foram levados para a 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho), mas o caso foi direcionado à 35ª DP (Sobradinho II). Após o registro da ocorrência, ele foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exames que confirmaram a embriaguez.

O menino foi entregue à mãe, que foi acionada pelo delegado. O motorista, preso em flagrante, foi encaminhado à carceragem da Divisão de Controle e Custódia de Presos (DCCP). De acordo com a Polícia Civil, a soma das penas privativas de liberdade ultrapassam os 4 anos e o crime é inafiançável neste caso.

O que diz a lei

Segundo o artigo 310 do Código de Trânsito Brasileiro, é crime "permitir, confiar ou entregar a direção de veículo automotor a pessoa não habilitada, com habilitação cassada ou com o direito de dirigir suspenso, ou, ainda, a quem, por seu estado de saúde, física ou mental, ou por embriaguez, não esteja em condições de conduzi-lo com segurança."

Zigue-zague nas ruas de Brazlândia

Outro caso de emrbiaguez ao volante também foi registrado pela polícia nesta madrugada, em Brazlândia. Um homem de 27 anos foi preso durante patrulhamento da PM, quando os policiais avistaram um carro fazendo zigue-zague na pista da Vila São José, na altura da Quadra 33/34. Ao descer do veículo, segundo a corporação, o motorista mal conseguiu ficar em pé. Ele estava acompanhado de outro homem, que se apresentou como o proprietário do automóvel, e estava aparentemente mais embriagado que o primeiro, conforme afirmaram os policiais. Os dois, após desacato aos policiais, foram detidos e levados para a 24ª Delegacia de Polícia, onde o caso foi registrado.

 

 

O homem que conduzia o carro, que se apresentou como motorista profissional, foi submetido ao teste do bafômetro. O aparelho registrou o índice de 1,74mg de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, cinco vezes a mais que o permitido, que é de 0,33mg. Ele foi preso e a Polícia Civil arbitrou a fiança de R$ 1,4 mil.

Com informações de Lucas Vidigal (Especial para o CB)

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade