Publicidade

Correio Braziliense

Vias do DF têm três acidentes envolvendo condutores embriagados em 12h

Combinação entre álcool e volante coloca em risco motoristas e pedestres. Apesar da gravidade das batidas, não houve feridos


postado em 05/02/2018 10:11 / atualizado em 05/02/2018 16:43

Motorista avançou contra poste na L2 Norte e foi detido pela Polícia Militar(foto: Divulgação/PMDF)
Motorista avançou contra poste na L2 Norte e foi detido pela Polícia Militar (foto: Divulgação/PMDF)
 
Três acidentes envolvendo motoristas embriagados em menos de 12 horas mostram como ainda há quem insista na combinação entre álcool e volante mesmo após o endurecimento da lei. Em um deles, na manhã desta segunda-feira (5/2), um condutor de 22 anos derrubou um poste e causou transtornos aos motoristas que trafegavam na via L2, na altura da 606 Norte. Ninguém se feriu. A região é cheia de escolas que voltaram às aulas na semana passada.


De acordo com a Polícia Militar, o homem apresentava sinais de embriaguez e se recusou a fazer o teste do bafômetro. Além disso, segundo a corporação, ele não tinha Carteira Nacional de Habilitação. Os policiais o conduziram à 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), que fez perícia no local da batida.
 
Ao todo, o balanço do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF) deste fim de semana registrou 27 autuações de condutores que dirigiam bêbados.   

Imprudência que causa estragos 


Os outros dois acidentes envolvendo motoristas embriagados na noite de domingo (4/2) causou danos a patrimônios públicos e particulares. Em um dos casos, um homem de 58 anos bateu com o carro em outros dois veículos e derrubou tenda e cadeiras de um bar em Ceilândia. Ninguém ficou ferido. O condutor também estava sem CNH, segundo ocorrência registrada na Políca Civil.

Segundo relato da Polícia Militar, o teste do bafômetro feito no condutor registrou alcoolemia de 0,86 miligrama de álcool por litro expelido de ar, mais que o dobro dos 0,33mg/l do limite legal considerado crime. Os policiais o levaram, preso, à 23ª Delegacia de Polícia (P Sul).

Na mesma noite, próximo à Granja do Torto, uma mulher de 38 anos foi levada à 5ª Delegacia de Polícia (Área Central) após ter, segundo a PM, invadido com o carro a entrada de uma estação elevatória da Caesb. Ao atropelar a grade de ferro do local, a motorista ainda bateu o veículo contra um poste de iluminação dentro da área pública.

A mulher tentou fugir, mas os policiais conseguiram prendê-la e levá-la ao Instituto Médico Legal (IML), que constatou a embriaguez. Ela responderá por dano ao patrimônio, de acordo com a PM.
 
Nos dois casos, a Polícia Civil arbitrou fiança de R$ 2 mil. Ambos os acusados pagaram e, agora, responderão em liberdade por embriaguez ao volante. 

 
Acidente na L4 deixa um ferido

 
Uma outra batida entre dois carros, por volta das 6h20, deixou uma pessoa ferida na L4 Norte, na altura da Praça dos Três Poderes. O Corpo de Bombeiros atendeu as duas vítimas, sem ferimentos graves, e constatou que o condutor do Peugeot 408, um homem de 28 anos, estava com sinais de embriaguez. Ferido no braço, ele recusava atendimento no hospital.
 
Por isso, o condutor ferido foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para verificar se ele havia tomado bebida alcoólica, o que não ficou comprovado. A 5ª DP apura as causas do acidente.
 

Flagrantes recentes

 
Durante todo o fim de semana, o Detran/DF autuou 27 motoristas que dirigiam sob efeito de álcool. Os flagrantes foram feitos entre as madrugadas de sexta-feira (2/2) e desta segunda-feira. 

Além disso, os agentes barraram 12 pessoas que não tinham a Carteira Nacional de Habilitação, seis com a habilitação vencida há mais de 30 dias e outro com a CNH cassada. As autuações aconteceram em regiões como Taguatinga, Paranoá, Ceilândia, Plano Piloto, Guará e Lago Sul. 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade