Suspeito de assassinato é preso após ser perseguido por primo da vítima

A vítima de 20 anos morreu no Itapoã em decorrência de ferimento que parece ter sido ocasionado por faca

Os policiais encontraram uma faca ensanguentada com o suspeito - Foto: PMDF/Divulgação O suspeito de matar um jovem de 20 anos, no Itapoã, foi preso na noite de quinta-feira (9/2) depois de policiais militares o avistarem correndo pela rua enquanto era perseguido por outro homem.
Ao parar os dois, o que corria atrás disse que o suspeito, que portava uma faca com marcas de sangue, havia matado seu primo. 

Os militares, então, constataram que um jovem de 20 anos tinha sido morto próximo dali, na Quadra 1, e apresentava uma perfuração no peito. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas não havia mais como salvar a vítima.

Diante das evidências, os militares prenderam o suspeito, um homem de 41 anos, e o encaminharam para a 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), que conduz a investigação. De acordo com o boletim de ocorrência, o crime teria sido motivado porque a vítima tentou intervir em uma briga entre o suspeito e uma mulher.

Assassinatos em Brasília

Mais de 500 pessoas foram vítimas de homicídio no DF em 2017, segundo balanço da Secretaria de Segurança e da Paz Social (SSP/DF). O número representa uma queda de 16,4%, se comparado ao ano anterior. Somente no Itapoã, entre janeiro e outubro, houve o registro de 13 casos de assassinato. 
.