Publicidade

Correio Braziliense

Morre o cachorro mascote do Batalhão da PM do Riacho Fundo I

Chamado de Qn01, quadra onde fica o posto policial, o animal não resistiu a uma bactéria transmitida por carrapatos


postado em 10/02/2018 09:56 / atualizado em 10/02/2018 11:23

O cachorro, batizado de Qn01, morreu aos 10 anos de idade (foto: Divukgação/PMDF )
O cachorro, batizado de Qn01, morreu aos 10 anos de idade (foto: Divukgação/PMDF )
O 28º Batalhão da Polícia Militar (Riacho Fundo I) está de luto pela morte do mascote da equipe. O cachorro, batizado de Qn01 em homenagem a quadra onde fica o posto policial, chegou ao quartel com três meses de vida e morreu com 10 anos. 

É uma tradição dos quartéis da Polícia Militar adotarem um cachorro ou gato.  Qn01 pegou uma bactéria transmitida por carrapatos. Os militares do 28º Batalhão fizeram uma vaquinha para custear o tratamento do animal, que ficou internado e passou por uma transfusão de sangue, mas acabou não resistindo. 

O enterro do cachorro será neste sábado (10/2). Porta-voz da Polícia Militar, major Michello Bueno lamentou a perda. “Realmente vai fazer falta. Amigo, companheiro de todas as horas. Um bichinho que nos ensinou a amar e nunca pediu nada em troca. Ele gostava muito da nossa carreira, era nosso cão policial”, declarou. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade