Publicidade

Correio Braziliense

Sargento da PM é baleado em posto de combustível

A Polícia Militar acredita que o sargento foi vítima de uma tentativa de assalto. Ele foi encaminhado ao Hospital Regional do Paranoá e transferido para uma unidade de saúde particular, onde será operado


postado em 13/02/2018 11:30 / atualizado em 13/02/2018 14:35

O sargento da Polícia Militar do Distrito Federal Isaías Francisco Gualberto, 51 anos, foi baleado, na madrugada desta terça-feira (13/2), em um posto de combustível no Jardim ABC, em Cidade Ocidental. O policial da reserva remunerada estava dentro do carro, dormindo, quando foi abordado por um homem. 

Segundo informações da corporação, o militar estava voltando para casa e, por conta do sono, resolveu parar o carro no posto, na DF-140, sentido São Sebastião, para dormir. Ele acordou com um homem armado batendo na janela do veículo e ao abri-la, o suspeito começou a atirar. No total a vítima foi atingida por dois tiros, um no braço e um na perna. 

Isaías foi transportado pelo Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) para o Hospital Regional do Paranoá. Posteriormente foi transferido a um hospital particular no Gama, onde passará por uma cirurgia para a remoção da bala alojada na perna. 

O autor dos disparos fugiu em um Uno preto e, até o momento dessa publicação, ele e um possível comparsa não foram localizados. A 33ª DP (Santa Maria) investiga o caso. 
 

Mais ocorrência com PM


Um outro policial militar foi vítima de uma ocorrência, na noite de segunda-feira (12). Desta vez, o soldado Sales, do 3º Batalhão, foi atropelado na 205 Norte quando atravessava a rua. O militar estava em serviço na área e não atravessava em faixa de pedestre. O motorista responsável pelo atropelamento fez o teste do bafômetro, que apontou negativo para a ingestão de álcool. 

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) fez o atendimento e transportou o policial estável e consciente para o Instituto Hospital de Base do Distrito Federal (IHBDF). 

Após o socorro e isolamento da área para perícia, um outro veículo furou a barreira de cones e colidiu com o primeiro carro, atropelando um jornalista, que não precisou de atendimento médico. O condutor também fez o teste do bafômetro, que apontou 1,22mg/L de álcool no corpo. Como o índice é considerado crime, o condutor foi preso em flagrante e encaminhado à  5ª DP (área central de Brasília). 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade